Bolsas dos EUA encerram semana de negociações em alta

O Dow Jones subiu 1,2%, para 23.715,05 pontos, o S&P 500 ganhou 1,44%, para 2.789,47 pontos, e o Nasdaq Composite valorizou 0,77%, para 8.153,58 pontos.

As bolsas dos Estados Unidos (EUA) encerraram a semana de negociações em alta nesta quinta-feira (9), após o Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) lançar um programa para impulsionar governos e empresas locais que sofrem os impactos da pandemia do coronavírus.

O Dow Jones subiu 1,2%, para 23.715,05 pontos, o S&P 500 ganhou 1,44%, para 2.789,47 pontos, e o Nasdaq Composite valorizou 0,77%, para 8.153,58 pontos.

Nesta quinta, o Fed anunciou novos empréstimos no valor de US$ 2,3 trilhões para apoiar a economia, destinados principalmente para empresas e comunidades locais afetadas pela pandemia de coronavírus.

“Esses fundos ajudarão famílias e empregadores de todos os tamanhos e darão às autoridades locais e regionais os meios para fornecer ajuda crucial em tempos de pandemia”, afirmou o Federal Reserve em comunicado, destacou a France Presse.

A instituição fornecerá dinheiro a empresas que estão paralisadas devido à pandemia, para “garantir que a reativação econômica seja o mais vigorosa possível quando ocorrer”, disse o presidente do Fed, Jerome Powell.

Uma das principais medidas anunciadas nesta quinta-feira deve permitir que o Fed forneça US$ 600 bilhões em dinheiro novo para empresas que empregam até 10.000 pessoas, ou com um faturamento de US$ 2,5 bilhões em 2019, especifica o banco central.

Este programa “fará a diferença para as 40.000 empresas de médio porte que empregam 35 milhões de americanos”, disse Steven Mnuchin, secretário do Tesouro dos Estados Unidos.

Fonte

Imagem: Bandeira dos EUA em frente à Bolsa de Chicago — Foto: John Gress/Reuters

Adicionar comentário